Revista O Grito!

Ex-exus lança clipe de Estejam Sempre Aqui com participação de drags recifenses

O clipe foi lan­çado no último final de semana na festa Desbunde Olinda no Solar da Marqueza e faz parte do disco Xô da banda lan­çado em 2013. Esteja Sempre Aqui conta com a par­ti­ci­pa­ção das drags Thânya Tulmuto, Viviane Viva Voz, Renatinha Pikachu e Macarrão Flyer e foi gra­vado na Boate Metrópole em Recife.

As drags assu­mi­ram os luga­res dos mem­bros da banda e fize­ram uma per­for­mance repleta de graça e ati­tude. O clipe tam­bém per­mite uma lei­tura polí­tica ao colo­car drags que­ens, per­so­na­gens tão mar­gi­na­li­za­dos pela soci­e­dade, em papel de pro­ta­go­nista que sal­vará todos os que pre­ci­sa­rem. Um clipe divertidíssimo!

Novo clipe de Robyn e Röyksopp, Monument, é uma experiência transcendental

A câmera flu­tua por um espaço que é ocu­pado por sons e cor­pos, não há parede nem outro ves­tí­gio de con­creto. Enquanto Robyn canta que o seu corpo é um monu­mento e que tudo pode ser feito sobre ele, somos leva­dos dessa ses­são de medi­ta­ção para um lugar eté­reo que mal sabe­mos des­cre­ver. Essa é ape­nas uma lei­tura pré­via e raci­o­nal desse clipe. Há muito mais a ser des­ven­dado e expe­ri­men­tado com ele.

A pro­du­ção é do The Creators Project e exige que você embar­que nessa expe­ri­ên­cia extra-corporal.

Bande Dessinée lança clipe ao vivo da ótima Perdizes

O clipe foi gra­vado ao vivo no Teatro Rival (RJ) durante turnê naci­o­nal da banda em 2013. Com a per­for­mance ao vivo, não tem como não se encan­tar com a desen­vol­tura da voca­lista Clarice Mendes. A câmera não mos­tra o tea­tro e isso acaba gerando uma expec­ta­tiva boa nas dife­ren­tes toma­das se algo além do palco e músi­cos vai ser mos­trado e gera uma visão do ponto de vista da pla­teia no clipe.

Perdizes é o pri­meiro sin­gle do pró­ximo disco da banda, que se cha­mará Chanteclair e está em fase de pré-produção. A pri­meira ver­são do clipe da música é um pas­seio afe­tivo por locais de Recife que pare­cem não exis­tir mais.

Rômulo Fróes lança clipe minimalista para novo trabalho, Ó

Com a sim­pli­ci­dade de uma letra, o clipe em preto-e-branco foi mon­tado a par­tir de gra­va­ções de San Francisco datada de 1906. A câmera posi­ci­o­nada na frente de um bonde mos­tra toda a cidade e o intenso trá­fego de bon­des, car­ros e pes­soas que andam numa har­mo­nia des­go­ver­nada por uma rua da cidade. O ritmo da gra­va­ção cor­ro­bora o apa­rente mini­ma­lismo quase solene da música.

O clipe foi divul­gado com exclu­si­vi­dade para o Trabalho Sujo.

Janelle Monáe é a melhor anfitriã em novo clipe, Electric Lady

Janelle arma uma festa e tanto em sua casa. O clipe é todo uma diver­são em uma casa muito esti­losa com con­vi­da­dos tão esti­lo­sos quanto. A sala vira uma pista de dança e con­ta­gia até quem está sen­tado assis­tindo ao clipe.

Cumplicidade e muito carinho em Promise, novo clipe da Tori Amos em dueto com a filha, Natashya

O cli­pes é sim­ples, mas exala afe­tu­o­si­dade. Mãe e filha estão em um quarto tro­cando con­fis­sões e mos­trando apoio mútuo. Natashya tem uma voz muito bonita e já sabe como enfren­tar uma câmera.

Chains, novo clipe do Nick Jonas, traz boa técnica e boa metáfora romântica

Apesar da música ser um pouco boba, o clipe nive­lou por cima e ofe­rece belas ima­gens de quem luta por um amor. No caso de Nick Jonas, essa luta é física e envolve até a polí­cia e bata­lhão de cho­que. Direção de foto­gra­fia do clipe tam­bém foi rea­li­zada com ins­pi­ra­ção e faz muita dife­rença no clipe. Chains é o pri­meiro sin­gle do seu pró­ximo tra­ba­lho solo, o ter­ceiro fora da banda que for­mava com os irmãos, Joe e Kevin, Jonas Brothers. Nick assina a dire­ção com Ryan Pallotta, que já diri­giu Demi Lovato e Ariana Grande.

Explosão visual kitsch no clipe de Katy Perry, This Is How We Do

O clipe faz uma ilus­tra­ção com exa­gero e gosto duvi­doso da letra da música. Além de citar mui­tas mar­cas — Chanel, Maseratti, La Super Rica etc -, Katy Perry faz um bê-a-bá da can­ção que só deu tra­ba­lho à equipe de dire­tor de arte. A cita­ção menos direta, mas ainda assim muito escan­ca­rada é o ves­tido de Yves Saint-Laurent que fez parte da famosa cole­ção ins­pi­rada em Piet Mondrian. O clipe ainda tem um retrato de Aretha Franklin e uma cover de Mariah Carey.

No final, This Is How We Do apa­renta ser um des­per­dí­cio de refe­rên­cias sem fun­ção além de ser ape­nas uma refe­rên­cia. Por outro lado, repre­senta per­fei­ta­mente o estilo da cantora.

Memória, passado e A Morte no novo clipe de Beck, Heart Is A Drum

Todo em preto e branco, o clipe conta como Beck se encon­tra com o pas­sado numa fan­ta­si­osa casa de campo. Personagens dife­ren­tes sur­gem mis­tu­rando pas­sado e pre­sente. A Morte está pre­sente como o fio con­du­tor dessa his­tó­ria repre­sen­tando a perda e a pas­sa­gem do tempo que a letra da música aborda.

Röyksopp e Robyn lançam primeiro clipe de parceria musical, Do It Again

O dire­tor Martin de Thurah já tinha feito o ótimo e assus­ta­dor What Else Is There? do Röyksopp e repe­ti­ram a par­ce­ria nesse pro­jeto espe­cial com a Robyn. Do It Again é uma cola­gem de his­tó­rias alter­na­das que com­par­ti­lham entre si sen­sa­ções de revolta. O clipe vai retra­tar uma mulher doente com difi­cul­dade de andar, homens revi­rando uma bibli­o­teca, uma comu­ni­dade reu­nida com uma agi­ta­ção imi­nente e homens e mulhe­res em fuga. Enquanto isso, a can­ção incen­tiva o ouvinte a insis­tir e não desis­tir. A foto­gra­fia em preto e branco é um des­ta­que das imagens.

Do It Again é um clipe que vai ganhar muito sen­tido ao longo do tempo. Esses pri­mei­ros momen­tos do clipe só per­mi­tem conhe­cer sua superfície.