Revista O Grito!

Róisín Murphy e as múltiplas camadas de um clipe em Exploitation

Não dá para defi­nir o começo e o fim das his­tó­rias ou como elas se mis­tu­ram. O clipe ganhou uma apa­rên­cia de trai­ler e, em mui­tos momen­tos, se parece com uma peça de tea­tro. O que não tem de lógica, o vídeo ganhou em impacto. Não dá para des­viar o olhar do vídeo.

Janelle Monáe coloca todo mundo para dançar em Yoga, novo clipe em parceria com Jidenna

Não se deixe enga­nar pela ima­gem ini­cial da can­tora em pose de flor de lótus. O clipe é uma festa e vai ser difí­cil ficar parado.

A música faz parte do pro­jeto Wondaland Arts Society que reúne artis­tas da black music e irá lan­çar um disco ainda este ano, que será cha­mado de Eephus.

O apocalipse segundo Madonna no novo clipe Ghosttown

Lançado depois de algu­mas com­pli­ca­ções no app Merkaat, Ghosttown já está dis­po­ní­vel nos canais ofi­ci­ais da can­tora. O clipe retrata Madonna como sobre­vi­vente em uma Nova York em clima de cidade fan­tasma depois de um apo­ca­lipse. Quase todos foram eli­mi­na­dos e suas exis­tên­cias apa­ga­das, exceto por um afro-descendente (inter­pre­tado pelo ator da série Empire Terrence Howard) e uma cri­ança asiá­tica. Os três deve­rão enfren­tar as difi­cul­da­des que a catás­trofe pro­vo­cou.
Com essa pequena narrativa, a men­sa­gem de supe­ra­ção pre­sente na letra da música foi repre­sen­tada com muito estilo em uma ceno­gra­fia impres­si­o­nante e figu­ri­nos des­lum­bran­tes. Destaque tam­bém para a foto­gra­fia impe­cá­vel do clipe.

Hot Chip lança uma narrativa em abismo no novo clipe Need You Now

As con­sequên­cias de um fim de rela­ci­o­na­mento podem ser bem desas­tro­sas. Em Need You Now, o voca­lista Alexis Taylor do Hot Chip encontra-se a si mesmo lutando por um amor per­dido. Não há como repre­sen­tar a his­tó­ria do que a metá­fora do abismo que revela mais de quem olha para ele do que de sua imen­si­dão. A dire­ção ficou a cargo do bada­lado cole­tivo Shynola e o clipe é do segundo sin­gle do pró­ximo álbum da banda, Why Make Sense?, que será lan­çado em maio.

Big Girls Cry: Maddie Ziegler retorna em mais um intenso clipe da Sia

A câmera (quase) fixa no rosto de Maddie Ziegler só fez poten­ci­a­li­zar as emo­ções da per­so­na­gem que dança. Os tru­ques para movi­men­tar a cena pro­du­zem sur­presa e admiração. O clipe ainda tem espaço para sur­pre­sas em sua parte final. Big Girls Cry é o ter­ceiro vídeo fruto da par­ce­ria de Sia e Daniel Askill na dire­ção, de Maddie Ziegler na dança e core­o­gra­fia de Ryan Heffington.

FKA Twigs leva uma batalha de vogue para floresta no clipe de Glass & Patron

Não há outra coisa a se comen­tar de Glass & Patron: a bata­lha de vogue. Sim, o vogue que deu ori­gem à música da Madonna, pre­sente no filme Paris Is Burning e tão cele­brado na cul­tura drag é a mola desse clipe. Nem o bizarro parto de dan­ça­ri­nos feito pela can­tora em si mesma con­se­guiu supe­rar as cenas de vogueing.
O clipe foi pro­du­zido para o YouTube Awards a par­tir de uma can­ção feita para o comer­cial do Google Glass.

Banda do Mar apresenta um Rio de Janeiro bucólico em clipe de Dia Clarear

Depois do clipe de Mais Ninguém com o Dream Team do Passinho e cenas extre­ma­mente urba­nas, a Banda do Mar jogou baixo nesse clipe com essas lin­das ima­gens do Rio de Janeiro. Esqueça as cenas de cartão-postal-novela-da-Globo, mas fique atento ao Pão de Açúcar ao fundo das cenas. E, por fim, deixe-se levar pela música para apro­vei­tar toda a vibe do amor can­tado na música.

Lean On Me: a Índia é uma pista de dança no novo clipe do Major Lazer

Lean On Me é uma cola­bo­ra­ção do Major Lazer (pro­jeto dos pro­du­to­res Diplo, Jillionaire e Walshy Fire) com DJ Snake, que con­vi­dam a can­tora MØ para os vocais. O clipe fez fun­ci­o­nar a jun­ção de dan­ças tra­di­ci­o­nais da Índia com a can­ção. Desse ponto em diante, é um espe­tá­culo visual de rou­pas de colo­rido extra­va­gante, de cená­rios sun­tu­o­sos e core­o­gra­fias em grupo.

O homem e o animal em mais uma dança de Maddie Ziegler para o novo clipe de Sia, Elastic Heart (com participação de Shia LaBeouf)

O novo clipe da Sia expande todo o uni­verso cri­ado pelo vídeo de Chandelier e algu­mas de suas apre­sen­ta­ções ao vivo. Elastic Heart é um clipe que pri­o­riza uma per­for­mance de dança para con­tar uma his­tó­ria sobre homens e ani­mais. O espaço sem móveis ou obje­tos per­mite que se ima­gine a jaula como uma bar­reira entre o conhe­cido e o des­co­nhe­cido, dando o gan­cho para a luta/dança entre os dois repre­sente as von­ta­des indi­vi­du­ais de per­ma­ne­cer e se lan­çar ao mundo.

Taylor Swift apaixonada e obsessiva em “Blank Space”

O clipe remete à vida pes­soal de Taylor ao tra­tar os rumo­res sobre seus vários namo­ra­dos atra­vés de uma per­so­na­gem pos­ses­siva e um tanto ensan­de­cida. O vídeo mos­tra as dife­ren­tes fases de um rela­ci­o­na­mento e dá des­ta­que ao momento da sepa­ra­ção com todo o drama cine­ma­to­grá­fico possível.

Quando Taylor deixa de ser uma menina fofa e român­tica em suas músi­cas e pro­cura ser a garota des­co­lada e mais adulta, acaba se tor­nando uma per­sona mais interessante.