Revista O Grito!

Animação delicada dá o tom no novo clipe de Marcelo Jeneci, Um de Nós

A música pos­sui uma sono­ri­dade calma, ins­tru­men­ta­ção leve e deli­cada e anda­mento ace­le­rado pon­tual. Toda a pai­sa­gem sonora que a can­ção monta ser­viu para dar o tom do desen­ro­lar da ani­ma­ção abs­trata feita pelo dire­tor Fabrício Lima. São ima­gens tão deli­ca­das, poé­ti­cas e de um impacto visual impres­si­o­nante que, de tão bem caden­ci­ado com a música, não se con­se­gue dis­so­ciar ambos.

Um de Nós só rea­firma a boa fase cri­a­tiva de Jeneci tanto na parte musi­cal quanto na audiovisual.

Ciara toda emocional em imagens de arquivo familiar em I Got You

I Got You mos­tra a can­tora Ciara em diver­sos momen­tos ínti­mos com sua filha. Seu novo álbum, Jackie, foi ins­pi­rado em sua gra­vi­dez e pelo fim de seu rela­ci­o­na­mento com o rap­per Future.

O clipe foi lan­çado no sábado, vés­pera do Dia das Mães.

Mark Ronson faz um show de talentos colegial de arrepiar em Feel Right

Show de talen­tos esco­la­res é o pesa­delo de muita cri­ança e ado­les­cen­tes dos Estados Unidos. A exce­ção é quando a música é de um dos mai­o­res hit­ma­kers atu­ais, Mark Ronson. Com a par­ti­ci­pa­ção de Mystikal nos vocais, a música empolga (bem menos que Uptown Funk com o Bruno Mars, é ver­dade) toda a pla­teia da escola Sunnydale.

O clipe de Feel Right traz uma mini­a­tura de Mystikal que comanda a fic­tí­cia banda Uptown Special com a ajuda de um mini Mark Ronson e leva as outras cri­an­ças à lou­cura. O clipe ainda conta com o apa­re­ci­mento de Ronson, Mars e Mystikal ao final.

Parceria de sucesso de Chemical Brothers e Michel Gondry reeditada no novo clipe Go

O bri­lhante clipe Star Guitar ganhou um com­pa­nheiro na car­reira do duo Chemical Brothers. Go uti­liza o recurso de coor­de­nar o anda­mento das cenas com as bati­das da música (recurso tam­bém tra­ba­lhado com per­fei­ção em Around The World).

Go é um deleite de téc­nica num con­ceito mini­ma­lista que foi explo­rado ao máximo para fazer um clipe memorável.

A melhor coisa a se fazer com o clipe é revê-lo sem parar.

Róisín Murphy e as múltiplas camadas de um clipe em Exploitation

Não dá para defi­nir o começo e o fim das his­tó­rias ou como elas se mis­tu­ram. O clipe ganhou uma apa­rên­cia de trai­ler e, em mui­tos momen­tos, se parece com uma peça de tea­tro. O que não tem de lógica, o vídeo ganhou em impacto. Não dá para des­viar o olhar do vídeo.

Janelle Monáe coloca todo mundo para dançar em Yoga, novo clipe em parceria com Jidenna

Não se deixe enga­nar pela ima­gem ini­cial da can­tora em pose de flor de lótus. O clipe é uma festa e vai ser difí­cil ficar parado.

A música faz parte do pro­jeto Wondaland Arts Society que reúne artis­tas da black music e irá lan­çar um disco ainda este ano, que será cha­mado de Eephus.

O apocalipse segundo Madonna no novo clipe Ghosttown

Lançado depois de algu­mas com­pli­ca­ções no app Merkaat, Ghosttown já está dis­po­ní­vel nos canais ofi­ci­ais da can­tora. O clipe retrata Madonna como sobre­vi­vente em uma Nova York em clima de cidade fan­tasma depois de um apo­ca­lipse. Quase todos foram eli­mi­na­dos e suas exis­tên­cias apa­ga­das, exceto por um afro-descendente (inter­pre­tado pelo ator da série Empire Terrence Howard) e uma cri­ança asiá­tica. Os três deve­rão enfren­tar as difi­cul­da­des que a catás­trofe pro­vo­cou.
Com essa pequena narrativa, a men­sa­gem de supe­ra­ção pre­sente na letra da música foi repre­sen­tada com muito estilo em uma ceno­gra­fia impres­si­o­nante e figu­ri­nos des­lum­bran­tes. Destaque tam­bém para a foto­gra­fia impe­cá­vel do clipe.

Hot Chip lança uma narrativa em abismo no novo clipe Need You Now

As con­sequên­cias de um fim de rela­ci­o­na­mento podem ser bem desas­tro­sas. Em Need You Now, o voca­lista Alexis Taylor do Hot Chip encontra-se a si mesmo lutando por um amor per­dido. Não há como repre­sen­tar a his­tó­ria do que a metá­fora do abismo que revela mais de quem olha para ele do que de sua imen­si­dão. A dire­ção ficou a cargo do bada­lado cole­tivo Shynola e o clipe é do segundo sin­gle do pró­ximo álbum da banda, Why Make Sense?, que será lan­çado em maio.

Big Girls Cry: Maddie Ziegler retorna em mais um intenso clipe da Sia

A câmera (quase) fixa no rosto de Maddie Ziegler só fez poten­ci­a­li­zar as emo­ções da per­so­na­gem que dança. Os tru­ques para movi­men­tar a cena pro­du­zem sur­presa e admiração. O clipe ainda tem espaço para sur­pre­sas em sua parte final. Big Girls Cry é o ter­ceiro vídeo fruto da par­ce­ria de Sia e Daniel Askill na dire­ção, de Maddie Ziegler na dança e core­o­gra­fia de Ryan Heffington.

FKA Twigs leva uma batalha de vogue para floresta no clipe de Glass & Patron

Não há outra coisa a se comen­tar de Glass & Patron: a bata­lha de vogue. Sim, o vogue que deu ori­gem à música da Madonna, pre­sente no filme Paris Is Burning e tão cele­brado na cul­tura drag é a mola desse clipe. Nem o bizarro parto de dan­ça­ri­nos feito pela can­tora em si mesma con­se­guiu supe­rar as cenas de vogueing.
O clipe foi pro­du­zido para o YouTube Awards a par­tir de uma can­ção feita para o comer­cial do Google Glass.