Revista O Grito!

Blog Lady’s Comics lança banco de dados de mulheres quadrinistas

bamq

O Lady’s Comics, blog brasileiro dedicado à presença feminina nos quadrinhos, acaba de divulgar o BAMQ, um banco de dados inédito sobre mulheres quadrinistas.

O banco é uma vitrine importante para o trabalho das mulheres nas HQs brasileiras. O projeto começou esta semana e ainda deve crescer bastante. Para participar basta se registrar.

“Não sabemos se podemos afirmar que o banco mudará como as quadrinistas são vistas, mas sem dúvida é um caminho que começamos a trilhar. Não caminharemos sozinhas. Sem você produzindo, não há ‘nós’. Por isso, é mais que importante ter o nome das mulheres que fazem quadrinhos neste banco e mostrar que somos muitas”, dizem as meninas do Lady’s Comics. Vida longa ao BAMQ.

“Massive”: Livro mostra o mundo desconhecido do mangá erótico gay

manga22

O mundo do mangá japonês gay erótico é hipermásculo, lascivo, exagerado e muito, muito pouco conhecido. A importância desse trabalho veio à superfície pela extensa pesquisa dos norte-americanos Anne Ishii e Graham Kolbeins, que lançam no exterior Massive: Gay Erotic Manga and the Men Who Make It.

A obra faz um panorama da produção gay no mangá a partir do trabalho de nove artistas que se dedicaram a criar obras para o público gay japonês. Seizoh Ebisubashi, Kazuhide Ichikawa, são alguns dos nomes presentes no livro, que sai pela Fantagraphics.

Massive é indispensável para quem é pesquisador do mangá, mas também para quem curte descobrir artistas militantes do underground na arte dos quadrinhos. O livro tem 280 páginas e custa 35 dólares (pode ser encomendado para o Brasil).

Online: Judite, uma HQ bíblica e intergaláctica

judite2

A quadrinista Raquel Vitorelo, autora das ilustrações Coisa de Mulher, sobre mulheres e seus feitos históricos, e do documentário Mulheres Desenhadas, anuncia uma nova empreitada. Trata-se de Judith, personagem bíblica que ganha uma releitura intergaláctica, mas preservando o texto da Bíblia, aqui em trechos literalmente recortados.

A HQ é publicada no Tumblr toda semana.

“A inspiração da obra surgiu quando conheci o trabalho da artista Artemisia Gentileschi, pintora do barroco italiano. Um de seus quadros mais conhecidos é “Judite decapitando Holofernes”, no qual ela se autorretratou como Judite, e no lugar de Holofernes pintou o homem que a abusou e saiu impune”, disse, por e-mail. Vale a pena a leitura.

judite

Webcomic: Orlandeli lança a série “O Mundo de Yang”

YANG01

O quadrinista brasileiro Orlandeli, dono do ótimo (Sic) começou este ano uma nova série online, “O Mundo de Yang”. É uma série semanal que será publicada em alguns jornais e pelo site www.omundodeyang.com.br

Ele explica a série: “O mundo de Yang é uma história de aventura e fantasia. Yang acorda em um lugar diferente e em seu primeiro contato com esse mundo fica sabendo que foi convocado para uma missão que pode mudar o destino desse universo. Yang passará por treinamento, fará amigos e confrontará seus inimigos. Em sua jornada Yang vai percebendo que tem uma ligação muito mais forte com esse lugar do que imagina.”

Veja abaixo um preview. Para conhecer mais o trabalho de Orlandeli, acesse o site dele, vale a pena.

yang

YANG02

orlandeli

Quadrinistas brasileiros fazem homenagem aos 20 anos de Pulp Fiction

Capa Marco Bravo

Um grupo de quadrinistas brasileiros fazem uma homenagem aos 20 anos de Pulp Fiction em uma nova HQ digital. O filme de Quentin Tarantino foi um marco na cultura pop e definiu a carreira do diretor, hoje um dos nomes mais importantes do cinema autoral norte-americano.

Em Pulp Fiction 20 Anos Em Quadrinhos, cada artista teve uma cena do filme sorteada e o desafio foi interpretar com um novo olhar, em forma de história em quadrinhos. Participam do projeto Marcus Rodrigues, Gustavo Garcez, Alex Genaro, Victor Moura, Renato Lima, Ramon Saroldi, Paulo Esper, Guilherme de Sousa, Brum, Alex D`Ates, João Luiz, Roger Vieira, Denis Mello, Luiz Augusto, Marco Bravo, Bruno Jacob, Leandro Reboredo, Chico Lam e Thais Leal.

A revista foi lançada digitalmente no Facebook. A capa foi feita pelo artista plástico Marco Bravo. Veja um preview:

Victor Moura

Marcus Rodrigues

LeandroRboredo_Gustavo Garcez

Guilherme Sousa e Thais

Denis Mello

Alex Genaro