NO MUNDO DA LUA
Só mesmo sendo muito fã de Warren Ellis para justificar o investimento nessa minissérie em formato luxo

Por Társio Abranches
Colaboração para a Revista O Grito!

O incansável roteirista Warren Ellis não deixa os fãs de ficção científica na mão. Oceano que chega às bancas do Brasil pela Panini Comics, conta uma história futurista onde exploradores espaciais encontram sarcófagos no oceano da lua Europa, na órbita de Júpiter. E como isso já não fosse estranho o bastante, um inspetor de armas da ONU é enviado para a tal lua para averiguar a existência de armas, juntas às câmaras submersas, capazes de destruir planetas.

» Leia um preview da obra (em inglês)
» Mais trabalhos de Warren Ellis

Não é o melhor quadrinho de Ellis com certeza. Há muito diálogo e demora para a ação acontecer, sem falar dos personagens serem um tanto sem força emotiva, incluindo aí o principal, Nathan Kane, o típico agente fodão com um passado misterioso. O personagem mais interessante da história é o gerente da estação de uma empresa chamada Doors, que testa armas na órbita de Júpiter e está extremamente interessada nos achados imersos no oceano. Todos os funcionários dessa empresa têm suas personalidades apagadas e a mente conectada a uma intranet. Dessa forma, agem iguais e acatam eficientemente os comandos vindo de superiores até o término do contrato. Todavia, o gerente atua por conta própria e tem os seus planos para as armas e para Nathan Kane.

É uma minissérie boa para se passar o tempo, mas não tem uma qualidade que justifique o preço de R$ 48,00. Tem que ser muito fã do Warren Ellis e de ficção científica para o investimento. Um preço desses é para a edição de luxo de uma história que você queira reler pelo resto da sua vida e não apenas para mais uma história interplanetária.

OCEANO
Warren Ellis (texto), Chris Sprouse (arte)
[Panini, 160 págs, R$ 48]

NOTA: 6,0

Comentários

Ou comente por aqui: