Racionais encerrou o VMB2012 com um show de quase uma hora (Foto: Marcos Issa/Divulgação)

Alardeado como o “maior VMB da história”, essa edição do Video Music Awards Brasil foi marcada por uma edição com mais música e menos humor. Sem um apresentador fixo, a premiação da MTV ficou mais dinâmica. A grande vencedora foi Gaby Amarantos, que levou o troféu de “artista do ano”.

Ao entregar o prêmio, Iris Abravanel cometeu a gafe de chamá-la de “Beyoncé do Nordeste” (sic), sendo que a cantora é natural do Pará, que fica no Norte do País. Cansada do título, Gaby soltou: “Beyoncé nada, eu sou Gaby Amarantos!”, bem ao estilo Zé Pequeno. Ela ainda venceu como melhor capa de disco. “Tenho um padrão diferente, não visto 38, e daí? Tenho celulite, e daí?”.

Gaby foi a única a ganhar mais de um prêmio nesta edição

Mas, a noite foi marcada mesmo pelo hip hop, bastante presente nessa edição e por discursos inflamados envolvendo política. O rapper Emicida subiu ao palco com a bandeira do MST. Ele venceu melhor música com “Dedo na Ferida”, dividindo o prêmio com Wado, com “Com A Ponta dos Dedos”. “O momento não é de festa. Enquanto estamos festejando, a PM, não satisfeita com 36 incêndios, está sitiando a favela do Moinho, impedindo que seus moradores voltem pra lá”.

O rapper Emicida, ao vencer melhor música com “Dedo na Ferida”

Antes, Criolo venceu como melhor artista masculino e também lembrou dos incêndios. “Gostaria de oferecer esse prêmio a todas as pessoas que trabalham comigo, sem exceção, e principalmente às autoridades do nosso País, sobretudo na questão de segurança pública. Tenho certeza que elas vão apurar a questão dos mais de 30 incêndios nas favelas de São Paulo”. Os Racionais MCs venceram como clipe do ano, com “Mil Faces de Um Homem Leal (Marighella)”, sobre o revolucionário guerrilheiro. “Muito obrigado a todos que acreditam no rap como instrumento do preto, da revolução, da Justiça”, disse Mano Brow, no palco.

Ainda tendo rap como destaque, Projota venceu como revelação e B Negão e Os Seletores de Frequência ganharam disco do ano. Entre as apresentações, tivemos Karina Buhr, Agridoce (tocando Smiths), Bonde do Rolê com Karol Conká, Gal Costa, Emicida e Marcelo D2. Quem abriu a premiação foi o Planet Hemp, que aproveita a ocasião para anunciar seu retorno. No encerramento, o jogador Neymar chamou ao palco o Racionais MCs, que fizeram o encerramento, com um show bem longo.

O Restart foi vaiado ao subir ao palco

Que vaias deselegantes
Depois de ser criticada pela edição monótona em 2010, quando a banda Restart ganhou quase todos os prêmios, a MTV decidiu limar o poder dos fãs na escolha dos vencedores. Com uma plateia antipática ao grupo, eles subiram ao palco nesta edição 2012 para receber o troféu de hit do ano por “Menina Estranha”.

Debaixo de vaias, Pe Lanza respondeu: “podem vaiar. Vocês são livres para gostar do que quiserem. Podemvaiar que a gente vem aqui sem humilhar ninguém, sem menosprezar o trabalho de ninguém”, disse. “O mérito é todo de nossos fãs, esse é o nosso sexto prêmio”.

Criolo que ganhou melhor artista masculino

Veja a lista dos vencedores

Aposta do Ano: O Terno
Clipe do Ano: Racionais MC’s, por Mil Faces de um Homem Leal (Marighella)
Melhor artista masculino: Criolo
Artista do ano: Gaby Amarantos
Melhor música: Emicida, por Dedo na Ferida, e Wado, por Com a Ponta dos Dedos
Melhor disco: BNegão & Seletores de Frequência, por Sintoniza Lá
Hit do ano: Restart, por Menina Estranha
Melhor artista feminino: Gaby Amarantos
Melhor banda: Vanguart
Melhor artista internacional: One Direction
Revelação: Projota
Melhor capa: Gaby Amarantos

Comentários

Ou comente por aqui:

  • Êita “BraZil”, também como as pessoas vão admirar o trabalho de artistas como Lenine, Maria Gadú, Zeca Baleiro, Nação Zumbi e tantos outros , se nas rádios só toca o que a mídia pobre brasileira do tipo da Globo só dá valor a porcaria do tipo de Luan Santana, Michel Teló e tantas outras coisinhas que eles tanto adoram dar destaque.

    Rogerio Albertim 21.09.2012 07h46
  • Só no Brasil, Gaby Amarantos, ser melhor que Marisa Monte, Maria Bethânia, Maria Gadú, Ana Carolina.

    ALEXANDRE MARTINS 21.09.2012 12h10