infanciadobrasil_capa_polvo_preview

Enquanto segue publicando as tiras de Nada com Coisa Alguma e Folheteen no jornal Gazeta do Povo (Curitiba/PR) e batalha para retomar o premiado Cena HQ – projeto pioneiro de leitura dramática de quadrinhos –, José Aguiar anuncia alguns outros projetos programados para este ano.

Malu, a protagonista de Folheteen, vai ganhar uma websérie chamada Malu Cotidiano Alterado. A HQ terá o mesmo formato de publicação em capítulos e recursos de interatividade de A Infância do Brasil.

Por falar nessa série, ela ganha versão impressa pela AVEC Editora ainda em 2017 (capa acima). A Infância do Brasil, publicada em formato digital no ano passado, faz uma viagem pela história do País, da colonização aos dias atuais, por meio de momentos da vida de crianças.

Em conjunto com Paulo Biscaia – seu parceiro nos ótimos álbuns Vigor Mortis Comics – Aguiar está preparando a adaptação do livro de R. F. Lucchetti, O Museu de Horrores. A HQ faz parte de um projeto multimídia mais amplo, A Macabra Biblioteca do Dr. Lucchetti, aprovado no ano passado pelo Rumos Itaú Cultural, e que vai contemplar pesquisa e criação de quatro produtos em três mídias – audiovisual, teatro e HQ.

Comentários