Revista O Grito!

Papo de Quadrinho — O Grito! Blogs – Quadrinhos

Felipe Nunes, de “Klaus”, lança a independente “Dodô”

CapaDodo

O que tem de jovem, Felipe Nunes tem de talentoso. Aos 20 anos, acaba de ser premiado com o HQ Mix de Melhor Talento Desenhista por seu primeiro trabalho profissional, Klaus, lançado em 2014 pela Balão Editorial. Antes, ele já havia publicado por conta própria SOS (2011) e Orome vol. 1 (2013).

Agora, Felipe volta às origens e lança uma nova HQ independente, Dodô. Assim como em Klaus, esse novo trabalho usa a infância da protagonista para levantar temas complexos como abandono, solidão e separação dos pais.

A sinopse diz que “Laila é uma garota de seis anos que está se acostumando com o fato de ter uma mãe ausente e de ficar fora da escola por tempo indeterminado. Em uma de suas mirabolantes e solitárias brincadeiras, faz amizade com um misterioso pássaro, um dodô, que surge do interior do parque municipal vizinho de sua casa”.

Dodô tem 80 páginas, capa colorida, miolo em preto e branco, e preço de R$ 28. Pode ser adquirida em livrarias, lojas especializadas ou no e-commerce do autor.

“Mundo dos Super-Heróis” traça panorama do Batman no Brasil

Mundo71_capa

Do Press-Release

Nas bancas brasileiras, Batman sempre teve lugar de destaque. O personagem ajudou as revistas em quadrinhos a se estabelecerem no país e, desde 1940, praticamente não deixou de ser publicado. Hoje, com 75 anos de uma sólida carreira de edições mensais e especiais, o Homem-Morcego tem muitos motivos para ser um dos personagens mais conhecidos das HQs.

A revista Mundo dos Super-Heróis 71 (outubro/2015) traz uma reportagem de capa com a trajetória do Homem-Morcego no Brasil, que mostra os bastidores das editoras em que o personagem passou, as traduções bizarras e as edições memoráveis publicadas no país, como Cavaleiro das Trevas, Ano Um, Piada Mortal e muitas outras publicações.

O pôster que acompanha a edição traz ainda mais Batman, com uma linha do tempo com os momentos mais importantes da carreira do personagem no Brasil, desde sua estreia na revista Lobinho até a nova publicação semanal da Panini, Batman Eterno. No verso, uma incrível ilustração do  Homem-Morcego feita pelo talentoso desenhista brasileiro Caio Cacau.

Outras matérias

Para quem está esperando as principais séries de TV de super-heróis, a reportagem “Invasão em Série” traz os detalhes das novas temporadas de The Flash, Arrow, Gotham, Agents of Shield, entre outras, além de falar das estreias de Supergirl e Legends of Tomorrow.

Em visita ao Brasil, o artista britânico Peter Milligan conversou com a Mundo sobre seu legado na Vertigo e de seus vários trabalhos com super-heróis, como Batman/Superman e Liga da Justiça Dark, o que rendeu uma entrevista exclusiva.

Confira 10 curiosidades sobre Deadpool, o herói mais politicamente incorreto da Marvel. A seção Action-Figures traz as novas estátuas da DC produzidas pela Iron Studios, com design de Ivan Reis. A linha do tempo traz a carreira de Shang-Chi, o lutador de artes marciais da Casa das Ideias conhecido como Mestre do Kung Fu.

Completam esta edição: Peneira Pop, com a cobertura da ComicCon RS, notícias e curiosidades sobre os super-heróis; quiz para testar os conhecimentos dos leitores; a trajetória de Tom DeFalco, editor-chefe e roteirista de um dos períodos mais lucrativos da Marvel; resenhas, dicas de leitura e cartas dos leitores.

Sobre a revista

A Mundo dos Super-Heróis é a única revista brasileira especializada no universo dos super-heróis nas mais diferentes mídias: quadrinhos, livros, séries de TV, desenhos animados, internet e cinema. É também a mais duradoura publicação sobre o gênero, distribuída em bancas desde 2006 e com mais de 70 edições lançadas

SERVIÇO:

Mundo dos Super-Heróis 71

68 páginas

Formato 20,5 x 27,5 cm

Preço: R$ 12,50.

À venda em bancas de jornal, livrarias e lojas especializadas de todo o país. Assinaturas e compra de números atrasados podem ser feitas pelos telefones (11) 3038-5050 e 0800-888508 ou pelo site www.europanet.com.br/superheroi.

Disponível também em versão digital na Apple Store e site www.iba.com.br (assinantes da revista impressa têm acesso gratuito ao conteúdo digital).

Conheça também a revista nas redes sociais: facebook.com/revistaMSH e Twitter @superherois.

Livro vai contar história da revista “Herói” com ajuda dos fãs

O_Livro_Heroi

Um dos maiores fenômenos editoriais da cultura pop no Brasil, a revista Herói marcou uma geração inteira de leitores na década de 1990. Agora, a trajetória da publicação vai virar livro por meio de financiamento coletivo no Catarse.

De acordo com o projeto, a obra será estruturada em três eixos: história da Herói, com depoimentos de editores e colaboradores das diversas fases; cronologia com todas edições comentadas, capas, principais matérias e autores; artigos sobre o impacto da revista no mercado, informações inéditas e projetos que não foram para frente, como uma convenção de quadrinhos.

Faltando 45 dias para o final da campanha, já foram atingidos quase 50% da meta de R$ 25 mil.

As recompensas vão de R$ 25 (PDF do livro e réplica da Herói 1 autografada) até R$ 300 (livro impresso com capas variantes e sobrecapa, réplica da primeira edição, entrevista com o colaborador publicada no livro, troféu, pôsteres). Haverá recompensas estendidas de acordo com o valor alcançado.

O livro é assinado por André Forastieri, criador e editor-chefe da Herói no período em que a revista circulou, com colaboração da jornalista e roteirista Arianne Brogini, editora da fase do site Heroi.com.br, da jornalista Juliana Zorzato e de Matheus Mossmann, especialista na publicação.

Quem quiser colaborar e ver esse projeto acontecer tem até o dia 16 de novembro. O lançamento está previsto para dezembro. Para colaborar, clique aqui.

“Barbarella” ganha nova edição nacional pela Marsupial

Barbarella

De acordo com o Guia dos Quadrinhos, a estreia brasileira da personagem criada por Jean-Claude Forest se deu em 1969, numa edição única de luxo da Linográfica Editora.

Foram precisos quase 50 anos para a musa da contracultura voltar a dar as caras por aqui. A iniciativa partiu da Marsupial Editora, que está lançando, por meio do selo Jupati Books, uma edição especial com 72 páginas, capa cartonada e miolo em tons de preto e azul.

A tradução é de Pedro Bouça, responsável pela adaptação de diversos outros quadrinhos europeus publicados no Brasil. O jornalista e escritor Gonçalo Júnior assina o prefácio, em que traça a trajetória da personagem e sua influência nos quadrinhos e no feminismo.

Barbarella começa a chegar às comic shops e livrarias em breve, mas já é possível comprar pelo site da editora com desconto: de R$ 42,00 por R$ 35,70.

Draco promove “Sábado de Boy’s Love” na Comix

boys-love-comix

O evento está marcado para este sábado, dia 26, e tem presença confirmada de alguns autores da série de livros: Dana Guedes Karen Álvares Claudia Dugim Fabio Baptista e Agatha Yukari.

O encontro entre autores e leitores vai servir também para o lançamento de mais dois volumes da série Boy’s Love publicada pela Editora Draco: a antologia Boy’s Love: Sem Preconceitos, Sem Limites e a light novel Boys’ Love: Flor de Ameixeira. Os novos títulos se juntam ao já lançado Boy’s Love: Histórias de Amor sem Preconceito.

As obras ilustradas celebram a diversidade e exploram o yaoi, gênero japonês que abrange diversas mídias – contos, quadrinhos, animações e games – direcionados para o público feminino e com foco no romance entre rapazes.

O “Sábado de Boy’s Love” acontece na Comix Book Shop (Alameda Jaú, 1998 – Cerqueira César – São Paulo – próximo ao metrô Paulista/Consolação, das 13h às 17h).

Programa HQ&Cia volta nesta semana, reformulado

HQeCia

Depois de alguns meses fora do ar, o programa HQ&Cia está de volta à programação allTV a partir do dia 25.

Reformulado, com nova roupagem e mais quadros, o semanal voltado ao universo dos quadrinhos e cultura pop tem novo dia e horário: todas as sextas-feiras, às 17h. Mais tarde, o vídeo fica disponível no Youtube.

Nessa nova temporada, o idealizador e apresentador César Freitas vai contar com a companhia de Cintia Assis (apresentadora e atriz) e Leonardo Vicente (HQManiacs). As novidades incluem quadros como “Do Que Você Sente Saudades”, que revisita séries, filmes e HQs que marcaram época; e “Adaptação”, que vai explorar as principais mudanças nas adaptações de quadrinhos para filmes, jogos, seriados e outras mídias.

O programa de reestreia apresenta entrevistas com os quadrinistas Will (Demetrius Dante) e Laudo Ferreira (Yeshuah). Entre os profissionais já confirmados para aparecer no HQ&Cia nas próximas semanas estão Allan Albuquerque (Volkan), Flávio Luiz (O Cabra e Aú, o Capoeirista), Rogério Saladino (Jambô Editora) e Paulo Maffia (editor dos quadrinhos Disney da Editora Abril).

O HQ&Cia nasceu em 2003 como o programa de rádio Trilha Sonora, da webrádio Fênix, voltada à comunidade brasileira no Japão. No ano seguinte, foi transformado num quadro do programa Em Cena, no antigo Canal de São Paulo (TVA), até que migrou para a allTV em 2006 onde foi exibido ininterruptamente até 2014.

Leilão Nerd em Londres

Já sonhou em adquirir um traje original de Star Trek usado por Leonard Nimoy, ou uma arma utilizada diretamente no set de Star Wars? Talvez um convite autografado por Sir Alec Guinness?20150909_175514
De repente pode ser o capacete original do Rocketeer ou quem sabe a roupa original do primeiro longa do Superman usada pelo Christopher Reeve?

Eis a sua grande chance!

Está chegando em Londres  no dia 23 de setembro no Odeon BFI Imax em Waterloo, um leilão imperdível para colecionadores e fãs abonados de todo mundo que sonham em adquirir itens icônicos da Cultura Pop para engordar suas coleções.

São mais de 450 peças originais como pôsteres originais autografados, trajes autênticos usados nos filmes, miniaturas, convites, material de produção, peças de cenário, etc, etc.

As franquias são inúmeras: Doctor Who, 007, Harry Potter, Star Wars, Battlestar Galactica, Star Trek, De Volta Para o Futuro, Indiana Jones, Senhor dos Anéis, Piratas do Caribe, O Sétimo Elemento, Juiz Dredd, Gladiator e até peças de filmes cult como Blade Runner – O Caçador de Androides, Monty Python, Rocketter e Inimigo Meu.

O material foi usado em mais de 150 filmes diferentes na TV e no cinema. Para participar do evento ao vivo é necessário pagar entrada, mas é possível dar um lance via internet no site do evento, ou pelo telefone.

Os lances iniciais apesar de caros para um mortal comum, abrem um leque de opções para todos os bolsos e todos os gostos. Fizemos um vídeo simples mas feliz, para registrar o evento (ali em cima), com os devidos pedidos de desculpa pelas condições técnicas ruins (já que ali não podíamos falar alto) de gravação. Mesmo assim, vale conferir.

Fique de olho no site – ou dê uma chegada lá – escolha sua franquia favorita e boas compras! Em tempo,a exposição de algumas peças fica aberta ao público até este dia 23 de setembro. Corra lá!

“Aurora”, de Felipe Folgosi, será lançada no dia 8 de outubro, em São Paulo

AURORA

No dia 8 de outubro, a partir das 18h30, o ator e roteirista Felipe Fogosi lança sua primeira graphic novel na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, em São Paulo.

“Aurora” é um thriller de ficção científica que conta a história de Rafael, pescador que presencia um fenômeno natural nunca visto antes. Essa experiência o transforma em algo maior que um simples humano, um herói moldado pela evolução natural que acaba perseguido pelo governo americano por conta de seus poderes.

O projeto foi apoiado por meio de financiamento coletivo no Catarse. Arrecadou R$ 40.750, acima da meta de R$ 36.000.

“É a história clássica de um homem comum que se encontra em uma situação extraordinária e acaba por se descobrir herói”, conta Felipe, que se uniu ao Instituto HQ para concretizar o projeto.

A história mistura fatos científicos e questões filosóficas. “Como fã do gênero, penso que as melhores histórias partem de premissas reais combinadas de forma inusitada e levadas às últimas consequências, então pesquisei muito para que cada termo científico usado, cada dado técnico citado gerasse uma sensação de verossimilhança no leitor”, explica.

O autor levou dez anos entre a ideia original e seu lançamento, período dedicado à pesquisa exigida pelo projeto: “A pesquisa foi extensa, detalhada, começando com os locais onde se passa a história, dados sobre astronomia e astrofísica, sobre partículas cósmicas, precessão dos equinócios, neandertais versus homo sapiens, aceleradores de partículas, agências de pesquisa militar, maçonaria e por aí vai”, relata.

Felipe desenvolveu inicialmente o roteiro de “Aurora” para o cinema, mas adaptou a trama para história em quadrinhos ao perceber seu imenso potencial gráfico. “Consegui juntar elementos suficientes para criar uma história plausível partindo de uma premissa fantástica, misturando astronomia, medicina, evolucionismo com uma boa dose de sociedades secretas e teorias da conspiração”.

Fã de quadrinhos, o ator e roteirista conta que a inspiração de “Aurora” vem tanto do universo da HQ quanto da ciência. “Além de gostar da cultura pop, gosto muito de ciência e, apesar de leigo, leio frequentemente sobre o assunto, mas no final penso que meu grande interesse é sobre o ser humano e sua relação com o universo, sobre a construção da realidade e da possibilidade da existência e manifestação de uma metafísica ou Deus”, finaliza o autor.

Sobre o autor

Felipe Folgosi fez faculdade de cinema na FAAP e especialização na UCLA por dois anos, com ênfase em roteiro. Desde 2000, tem colaborado em vários veículos como o Jornal da Tarde e a revista da Avianca, escrevendo sobre cinema, e em 2001 ganhou o Concurso Nacional de Dramaturgia promovido pelo Ministério da Cultura com a peça “Um Outro Dia”.

Começou a fazer teatro aos quinze anos e estreou aos dezessete na televisão com a minissérie “Sex Appeal”, na Rede Globo, em 1993. Em seguida fez a novela “Olho no Olho”, onde era o protagonista Alef. Depois esteve em “Explode Coração”, “Corpo Dourado”, “Vidas Cruzadas”, “Jamais te Esquecerei”, “Começar de Novo”, “Os Ricos Também Choram”, “Prova de Amor” e na trilogia “Os Mutantes” na Rede Record.

Como apresentador, esteve no programa “Tá Ligado” da Fundação Roberto Marinho, em STV na Dança na TV Senac, em “Acredite Se Quiser” na Band. Mais recentemente participou do longa-metragem “A Grande Vitória” com Caio Castro e Sabrina Sato, da série “Politicamente Incorreto” com Danilo Gentilli, na FOX, e da novela “Chiquititas” do SBT. No teatro fez mais de dez peças, entre elas “Gato Vira-Lata”, de Juca de Oliveira.

SERVIÇO

Lançamento da graphic novel “Aurora”, de Felipe Folgosi

Data: 8 de outubro, quinta-feira

Horário: 18h30

Local: Livraria Cultura do Conjunto Nacional (Alameda Santos, 2.152 – Loja 122 (Conjunto Nacional) – Jardins – São Paulo – SP)

Editora: Instituto HQ

Quantidade de páginas: 108

Preço: R$39,90

Selo independente TopComics anuncia “Volkan”

Volkan

O grupo responsável pela produção do álbum, com previsão de lançamento no ano que vem, reúne nomes conhecidos dos leitores de quadrinhos: Eduardo Vienna (arte), Omar Viñole (arte-final), Adriano Augusto (cores) e Allan Albuquerque (criação e roteiro). Dois outros artistas participam como convidados: André Bdois e Nestablo Ramos.

Volkan acompanha a mudança drástica na vida de jovens que inadvertidamente entram em contato com o otter, um organismo poderoso e desconhecido, que pode ter surgido durante o processo de resfriamento do planeta Terra, há milhões de anos.

Os autores propõem um processo de criação participativo, em que os interessados podem interagir com os autores pelo site oficial ou página no Facebook.

Detalhes como formato, número de páginas, preço e data de lançamento estão prometidos para breve.

Quanta Academia e SESI-SP Editora fazem parceria para publicar quadrinhos nacionais

sesi-quanta

Artistas brasileiros acabam de ganhar mais um canal para tentar publicar seus trabalhos: o selo SESI-QUANTA, fruto da parceria firmada entre SESI-SP Editora e Quanta Academia.

De acordo com o material de divulgação, “o selo se apresenta como um espaço aberto a gêneros e estéticas narrativas diferentes, e é direcionado ao público infanto-juvenil e juvenil, sem engessar as possibilidades desta linguagem única ou limitar a criatividade”.

O SESI-QUANTA estreia já com duas obras: Quantoon, coletânea de tiras dos artistas Matteo Papaiz, Alexander Santos, Ronaldo Barata, Lilian Carmine, Thiago Cruz e Artur Fujita; e Sobrenatural Social Clube, primeiro álbum solo da série criada por Ronaldo Barata, diretor de Arte do Quanta Estúdio.

Ambos têm lançamento e sessão de autógrafo marcados para o dia 26 de setembro, na livraria Geek.Etc.Br (Alameda Santos, 2152 – São Paulo), às 16h.

No mesmo dia, mais cedo (12h), os responsáveis pelo selo SESI-QUANTA batem um papo com o público no Auditório da Livraria Cultura do Conjunto Nacional (Avenida Paulista, 2073 – 2º andar).

Outros lançamentos já estão engatilhados, de artistas como Psonha Camacho, André Diniz, Tainan Rocha e outros.

Em breve, serão divulgadas as informações sobre como autores de todo o país poderão enviar seus trabalhos à Quanta, que fará a curadoria e apresentação ao SESI para futura publicação.

Papo de Quadrinho é um blog da Revista O Grito!. Todos os direitos reservados. © 2013–2016